domingo, 23 de dezembro de 2012

A Lojinha Milagrosa.


O sujeito entra em uma loja no centro de São Paulo e olha com desprezo para o ambiente mal iluminado, o balcão empoeirado, as roupas penduradas em ganchos e o chão de tacos de madeira encardidos. — Tá olhando o quê? — pergunta o dono da loja. — Com esta lojinha, Salim fez a vida! — É mesmo? — pergunta o sujeito, sem se alterar. — Claro! — responde o turco. — Com esta lojinha Salim tem casa no Morumbi, apartamento no Guarujá, fazenda em Uberaba, filho estudando nos Estados Unidos... Tudo com lojinha! — Que interessante! — continua o sujeito. — digo, porque meu nome é Heitor e sou fiscal do imposto de renda! — Muito brazer, Heitor! Eu sou o Salim, o maior mentiroso de São Paulo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário